22 de novembro de 2012

[Resenha] Ponto Cego - Felipe Colbert

Oi gente, tudo bem? Eu sei que eu sumi, esse início de semana foi tenso pra mim (porque a minha faculdade teve aula no feriado), então nem deu pra eu postar mesmo, mas hoje trago a resenha do livro Ponto Cego, do booktour que eu organizei junto com o Felipe Colbert.

Sinopse: Um ano após o acidente que interrompeu a gravidez de Nilla e sentindo-se culpado pela iminente separação, o repórter Daniel Sachs recebe um pedido de socorro escondido em um objeto e descobre que sua ex-mulher desapareceu em Veneza durante a cobertura de um show de ilusionismo. Seguro de que é o único que pode ajudá-la, ele parte em busca do resgate da fotógrafa e, consequentemente, a correção de todo passado. Porém, pistas misteriosas dão indícios de que o desaparecimento de Nilla possa estar ligado a um novo tipo de comércio ilegal na cidade – a produção de filmes snuff. Ao solicitar ajuda ao investigador Giuseppe Pacino, Daniel passa a ser perseguido e a ter sua vida ameaçada por um impiedoso criminoso. A situação piora quando eles ficam sabendo que Lorenzo Oro, um ilusionista cego de grande prestígio na Europa e dono de habilidades surpreendentes, foi a última pessoa a conversar com Nilla antes de seu desaparecimento. Incerto das próxima ações, Daniel enfrentará uma série de obstáculos e revelações imprevisíveis até chegar ao clímax arrebatador: a decisão de permitir ou não que seu corpo seja controlado por outra pessoa para salvar a mulher que ainda ama.

Resenha: Eu já tinha lido várias resenhas de Ponto Cego, e sempre ficava com uma vontade imensa de ler o livro, quando surgiu a oportunidade de organizar um BT do livro eu fiquei super feliz, e não me arrependi em nenhum momento de ler o livro.
A história começa já em um ritmo acelerado e já de início prendeu a minha atenção, o livro tem um tom de mistério que me deixou morrendo de curiosidade pelo final. A história se passa quase que totalmente em Veneza, eu gostei muito de como o autor conseguiu colocar a história fora do país, mas sem ficar parecendo  algo ensaiado, a história ficou natural e os personagens pareceram bem reais para mim.
Eu gostei muito de Daniel, ele se mostrou mais forte do que eu esperava e muito determinado em encontrar Nilla, gostei de como Daniel não deixou se mover apenas pelos sentimentos, sendo bem racional em situações críticas. Em muitas partes do livro eu fiquei imaginando um filme (isso sempre acontece quando eu gosto muito do livro), imaginando os personagens, as feições, porque em certo ponto a história me deixou pensando que era um filme transformado em livro, mas tudo sempre natural.
Outro personagem que eu gostei muito, apesar do jeito meio rude, foi Giuseppe. Ele tinha um fraco pela bebida, mas conseguia ser astuto do mesmo jeito, em uma parte da história eu achei brilhante a ideia que ele teve.
Também tenho que comentar sobre Paola, a dona da pensão onde Daniel ficou hospedado e que passou a ser sua parceira na investigação, gostei muito da forma como a personagem foi apresentada e de como ela se mostrou inteligente.
O ritmo da história se manteve acelerado, sempre provocando uma incerteza se Daniel conseguiria salvar Nilla ou não, e ainda colocando mais elementos na história, como se eles estivessem correndo contra o tempo.
O desfecho é excelente, eu nunca imaginei que o livro acabaria da forma que acabou, realmente me pegou de surpresa. Como eu vivo dizendo, adoro histórias policiais e Ponto Cego não fugiu do que eu esperava, muito pelo contrário, o livro me surpreendeu demais. Eu adorei a escrita do Felipe, toda a trama é muito bem elaborada e ele conseguiu fazer um final para o livro que foi inesperado para mim.
A diagramação é padrão da Novo Século, eu gostei muito da capa, achei bem intrigante e em relação a revisão achei poucos erros, mas nada muito crítico. Ponto Cego sem dúvida nenhuma entrou para a minha lista de favoritos, recomendo muito que leiam!

Autor: Felipe Colbert
Ano: 2012
Editora: Novo Século
Valor: R$ 21,90 a R$ 34,90
Avaliação: Excelente!