14 de julho de 2013

[Etc & tal] Apenas um garoto da cidade

É inacreditável a rapidez com que as coisas acontecem, um dia você é uma pessoa normal, no outro uma estrela de TV, um cantor, uma inspiração.
Eu ainda me lembro do primeiro episódio de Glee, como tudo começou, com Rachel e sua paixão secreta (mas nem tanto) por Finn. É claro que todos da série são importante, mas eu tenho para mim que se não fosse pelo personagem de Cory Monteit o New Directions não existiria, afinal foi ideia de Finn cantar Don't Stop Believin'.
Acordar e descobrir que uma pessoa que serviu de inspiração para você está morta é simplesmente assustador, para mim não faz sentido. Muitos podem dizer que o Cory não interpretava (e cantava) muito bem, mas cara, se não fosse por ele grande parte do sucesso de Glee não existiria.
Assisto a série desde o início e com o final da quarta temporada (que foi um lixo, diga-se de passagem) a única coisa que me restava voltar para assistir a série seria um casamento Finchel, e agora nem isso tem mais.
Ainda não me acostumei com a ideia de Glee sem Finn Hudson, para mim isso não existe, nem posso imaginar o que os atores estão sentindo, só sei que eu, como fã, estou em pedaços.
E é isso..