22 de julho de 2013

[Resenha] Piedade - Jodi Picoult

Sinopse: Um poderoso livro que examina os limites entre lealdade e amor, coragem e perdão...Picoult escreve de maneira singela e profunda ao tratar da complexidade das relações humanas. – The Boston Globe. Cameron MacDonald, chefe de polícia de uma pequena cidade que tem sido o lar de sua família por gerações, sempre imaginou que sua vida era servir a população e defender a honra de seus ancestrais. Crenças que o colocam em conflito quando, um dia, seu primo Jamie chega à delegacia confessando ter matado a própria esposa. O que fazer diante da população perplexa? Procurando agir conforme o que acredita ser o certo, Cam o coloca na cadeia. Porém, Allie, esposa de Cam, estranha a prontidão de Jamie em se entregar. E ainda que seja uma esposa dedicada, ela se vê tomando partido contra Cam. Isso porque ela simplesmente não consegue acreditar que um marido apaixonado como Jamie teria cometido homicídio contra sua própria mulher. Paralelamente a todo o conflito que envolve o julgamento de Jamie, Cam se vê questionando seu próprio casamento. Dúvidas que crescem quando ele conhece a misteriosa Mia, que trabalha com Allie em sua floricultura. A atração é instantânea e inexplicável e o coloca diante de um conflito de valores: qual o verdadeiro amor? O de alguém que se questiona se deve ou não atender a um difícil pedido de quem ama ou o de alguém que considera a possibilidade de trair quem sempre esteve ao seu lado? Questões colocadas em um enredo apaixonante com ritmo envolvente. Muito tempo depois de ter virado a última página, você ainda estará pensando nesta história e questionando suas próprias crenças sobre amor e lealdade. 

Resena: Esse é o primeiro livro da autora que eu tenho a oportunidade de ler. Ouvi muitos elogios sobre as suas obras, e eis que estava fuçando uma loja virtual e encontrei o livro por apenas R$ 8,00! Nem hesitei e fui correndo comprar. No geral, a trama do livro é muito boa. Eu realmente fiquei envolvida com alguns personagens. O único personagem que eu não suportei do começo ao final do livro foi o Cameron. Desde o início o achei um grande idiota. Ele tem uma mulher apaixonadíssima por ele, que é maravilhosa e ele age como se tivesse casado com ela por falta de opção "melhor". É um tipo de personagem que é infeliz e egoísta na minha opinião e realmente não consegui gostar dele. Sua esposa Allie, por outro lado é simplesmente apaixonante. Sempre tenta ver o melhor nas pessoas, e realmente se envolve para ajudar os outros sempre que possível. Como explica a sinopse o Jamie se entrega confessando ter assassinado a sua esposa e Cam como chefe de polícia, o prende. O enredo vai trabalhar com duas histórias em paralelo: a história de Cam, que se envolve com a Mia, e a história de Jamie e o seu julgamento, mostrando o que realmente aconteceu para que ele assassinasse a esposa que tanto amava. Allie vai começar a "investigar" a história, por acreditar na inocência de Jamie, e durante essa investigação, ela vai ser capaz de vislumbrar o que é realmente um amor verdadeiro.

Eu achei a trama do livro muito bem desenvolvida.Sendo honesta, eu não gostei do final, queria que tivesse um desfecho diferente do que o proposto pela autora. Mas, a história é interessante, intrigante e realmente nos faz analisar o comportamento humano e suas interações. O livro tem um tema atemporal e reflexivo, que vale muito a pena ler.
Espero que tenham gostado da resenha!
Beijos
Carol


Autora: Jodi Picoult
Editora: Planeta
Ano: 2011
Páginas: 366
Avaliação: Bom