2 de abril de 2014

[Resenha] Me Liga - Sarah Mlynowski

Autor(a): Sarah Mlynowski
Editora: Galera Record - Selo Galera Júnior
ISBN: 9788501083548
Páginas: 320
Tradutor: Fabiana Colasanti
Ano: 2014
Skoob
Avaliação: 5/5 + ♥

Sinopse: Aos 17 anos, a vida de Devi está de pernas pro ar. Depois de começar a namorar Bryan, negligenciou as amigas, os estudos e, depois que ele terminou com ela, está sem nada: sem perspectiva de uma boa faculdade, sem mais amigas, sem namorado. Se ela pudesse bater um papo com a Devi do passado... O que, após um incidente estranho com seu celular, é exatamente o que pode fazer! Agora que só consegue ligar para a Devi de 14 anos, parece que é finalmente a sua chance de consertar a própria vida. Ela tem o passado – ou melhor, o futuro – nas mãos. É só dar um telefonema

Acho que todos nós, pelo menos uma vez na vida, já quisemos mudar algo do nosso passado. Seja uma prova para a qual nós não estudamos, ou uma briga boba com alguma amiga. É esse o caso de Devi, que prestes a se formar no ensino médio começa a pensar em como seriam as coisas se ela tivesse feito algo diferente no passado. O quão legal seria poder ligar para o seu eu do passado e mudar algumas coisinhas? Isso é o que acontece com Devi e o que a leva numa história repleta de confusões.

Eu gosto muito da temática de viagem temporal. Apesar de início ter achado a proposta de Me Liga um pouco parecida com o filme De Repente 30, a autora soube trabalhar com o tema e criar uma história com o propósito de entreter e, ainda assim, ensinar umas lições. Porque cada ação tem uma reação, cada escolha que nós fazemos no leva a uma encruzilhada e tudo muda no nosso futuro. Devi não imaginava que uma “simples” mudança no passado, como decidir não sair com o cara que parte seu coração no futuro, mudaria todo o contexto.

No início da história eu achava Devi muito chata, daquele tipo de pessoa que te dá vontade de pegar pelos ombros, sacudir e gritar: PARA COM ISSO! Por sorte, ao longo da história, ambas as Devis foram amadurecendo e me conquistaram aos poucos. A história é narrada em primeira pessoa, só que por dois pontos de vistas “ligeiramente” diferentes: a Devi do passado (Cal) e a Devi do futuro (Ivy). A autora fez um trabalho excelente na construção dos personagens, em diversas situações consegui me colocar no lugar de uma das Devis e pensar no que eu gostaria de mudar.

Mas será que teria valido a pena mudar o passado? Não sei se eu, com meus 20 anos, conseguiria lidar com as consequências de alguma mudança no passado. E é isso que o livro faz com o leitor. Ele nos leva a refletir nossas escolhas, nos faz pensar que mesmo um ato impensado, ou impulsivo, talvez tenha sido o necessário naquele momento.

É uma história divertida, mas com um ponto de ensino no final. Eu me encantei pela história e pelos personagens, apesar de em algumas partes ter odiado Ivy. No final de tudo foi um livro muito bom para passar o tempo, além de me lembrar de como era ser uma caloura do ensino médio e achar que tudo ia ser um problema. Sarah fez um trabalho excelente no livro, ela pegou um tema um tanto batido e inovou na história.

O trabalho gráfico que a Galera Record fez no livro ficou muito bom, conseguindo não me deixar perdida entre passado e futuro. Me Liga é um livro muito bom, bem adolescente e que conseguiu arrancar boas risadas de mim. Vale a pena ler e se perder nas páginas da história.