16 de junho de 2014

[Resenha] Quero Ser Seu - Bella Andre

Autor(a): Bella Andre
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632827
Páginas: 288
Tradutor: Edson Rochedo
Ano: 2013
Skoob
Avaliação: 4/5

Sinopse: Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...
O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?
Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).
Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?

Resenha feita pelo Lucas Duarte, do blog Eu Conto Depois, em colaboração ao blog.

Esse é o sexto livro da série Os Sullivans. O irmão da vez é Ryan, o jogador de baseball. Gosto muito dessa série por ser bem “leve” no quesito diálogos e até mesmo conflitos. Já que é um livro erótico, as cenas são bem água com açúcar e nada de inovador.

Após receber uma mensagem de uma amiga de mais de quinze que não se encontram, somente por e-mail se comunicam, Ryan corre para o encontro com Vic. Não foi um mero encontro, mas um mega ajuda para Vic se livrar de um dos jurados da comissão da bolsa de artes que ela está concorrendo.

Vic é escultora, uma mulher que desde o colégio é apaixonada por Ryan, mas sempre temeu que sua amizade acabasse por não ser correspondida. Após Ryan salvá-la de um certo assédio, ele toma uma decisão que mudará a vida de ponta cabeça. Essa mudança trará consequências que os dois terão de lidar de forma amigável e com cumplicidade. Será que somente a amizade será o bastante para conter a paixão que existe entre ambos?

Quando li o primeiro e segundo livro da autora, tive uma conclusão. Todos os livros seriam previsíveis, com um início leve, um clímax pra dar graça e um desfecho para aflorar o livro. Certas cenas, que deveriam rolar algo mais erótico, viram uma comédia de tirar gargalhadas.

Nesse livro há algo diferente dos outros. Normalmente os livros anteriores os dois protagonistas não se conhecem e no decorrer da história há uma aproximação. Em “Quero ser seu”, os dois já se conhecem, pois estudaram juntos e se tornaram amigos. Porém há uma paixão incubada entre ambos. Os dois são apaixonados pelo outro, mas temem pelo mesmo motivo, a amizade ser destruída por não serem correspondido um pelo outro.

Ao ler o livro encontrei dois erros extremamente graves nas cenas calientes. Por ser um romance desse gênero, a autora deveria ter tido um cuidado dobrado pra não se perder e não escrever abobrinha. Ao me deparar na primeira vez, pensei comigo mesmo que foi ou um erro na tradução ou da autora mesmo, porém, na segunda vez não teve como. A culpa foi da autora por colocar uma situação tão bizarra que nem meus amigos que são leitores experientes não conseguiram entender o que a autora quis passar. Os diálogos são muito mecânicos e forçados e descrições irrelevantes.

O livro é bastante previsível, como falei antes, todos são. Os personagens antigos aparecem e alguns são peças importantes para o desenvolvimento desse livro. A escrita da autora é fluida e o leitor termina muito rápido, por ter uma letra grande e um espaçamento maior.

Mesmo com todos esses defeitos, esse livro é um dos favoritos em comparação aos outros. Tem algumas situações que gosto em um livro desse gênero. Se você gosta da série ou do gênero dê uma chance para o atleta, mas já adianto que é um livro para passar o tempo. O próximo livro será do Smith, o ator.