15 de julho de 2014

[Resenha] Desejos - Alexandra Bullen

Autor(a): Alexandra Bullen
Editora: Galera Record - Selo Galera Júnior
ISBN: 9788501086938
Páginas: 381
Tradutor: Fernanda Rocha
Ano: 2014
Skoob
Avaliação: 4/5

Sinopse: Para Olivia Larsen, nada poderia mudar o fato de que sua irmã gêmea, Violet, se foi. Até que um misterioso vestido de festa é deixado à sua porta, e ele é capaz de lhe conceder um único desejo. A única coisa que Olivia quer é ter a irmã de volta. Agora, as garotas têm uma nova chance de viver tudo o que sempre sonharam. De quebra, descobrem que existem mais dois vestidos com o mesmo poder, ou seja, mais dois desejos novinhos em folha! Mas mágica não pode resolver tudo e Olivia precisa confrontar os fantasmas de seu passado para aprender a rir, amar e viver novamente.

Um dos motivos que me levou a solicitar Desejos foi a capa, foi meio que amor à primeira vista, depois fui ler a sinopse e aí tive a certeza de que precisava conferir se a história era isso tudo. Bom, não me decepcionei. O enredo pode parecer bobinho e menininha demais, mas foi justamente isso que me conquistou. A história tem magia e humor nas doses certas, além de ser uma leitura levinha e gostosa.

Olivia de início me pareceu muito trabalhada no “mimimi”, mas depois de um tempo me acostumei com seu jeito. Afinal, não é fácil perder alguém que ama e ter que continuar. Uma das coisas que me irritou em Olivia foi que ela não se colocava a frente de nada, deixava tudo passar num marasmo enorme, muito conformista, sabe? Mas ao longo da narrativa (e com a ajuda da Violet) sua personalidade começou a mudar.

Violet, pelo contrário, é cheia de “vida” (ironicamente, pois ela é um fantasma). Era óbvio que ela sentia falta de tudo, mas sua personalidade quase sempre pra cima ajudou Olivia a superar parte dos seus medos. E isso foi fundamental para a história, essa superação. Gostei também de como as irmãs eram unidas.

A narrativa de Desejos é em terceira pessoa, mas o narrador muitas vezes parecia ser a “fada madrinha” dos vestidos mágicos. Falando nos vestidos, apesar deles serem o ponto chave da história não foram tão importantes assim. Eles funcionaram apenas como um pontapé inicial, pois a história gira mesmo em torno dos “dramas” de Olivia.

E esses dramas tinham tudo para me deixar fula da vida, mas fizeram exatamente o contrário. Sim, Olivia tinha tendência de aumentar muito o que acontecia, mas as cenas com Violet ajudavam a suavizar essas atitudes. Isso mostrou bem a diferença das duas gêmeas, apesar de serem extremamente parecidas uma com a outra, a personalidade das duas era completamente o oposto.

O livro, obviamente, não vai agradar a todos. Acho que é preciso ter um pouquinho da adolescência “conturbada” dentro de quem for ler. Mas serviu bem ao propósito de entreter, me fez rir e me salvou de uma quase ressaca literária.


Eu não sabia que Desejos fazia parte de uma série, e realmente não vejo muito sentido em ter uma continuação. Porque bem, a história fechou direitinho com Olivia, mas como era deixado claro na sinopse, o que deveria ser importante eram os vestidos mágicos. Pensando por esse lado, faz sentido, porque não existe apenas um e tudo mais, só que “forçar” uma continuação é desnecessário. Seria apenas uma repetição do que já aconteceu no livro anterior.