29 de agosto de 2014

[Resenha] A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin

Autor(a): Michelle Hodkin
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501098597
Páginas: 406
Tradutor: Mariana Kohnert
Ano: 2014
Skoob
Avaliação: 4/5 + ♥

Sinopse: Mara Dyer está de volta, ainda mais implacável, confusa e, porque não dizer, louca. Com os acontecimentos do final de A Desconstrução de Mara Dyer, a personagem principal agora se encontra em uma situação delicada. Ela agora tem que diferenciar o que é ou não é real, lidar com os pensamentos que a cada dia que passa ameaçam sua sanidade, além disso, seu reflexo no espelho não está certo. 

Foi difícil terminar o primeiro livro e não me jogar direto em A Evolução de Mara Dyer, afinal, era de madrugada e eu realmente precisava dormir. O ritmo no segundo volume da série continua o mesmo, porém, Mara não é mais a mesma. Ela agora tem de lidar com algumas revelações, as quais podem fazer com que sua sanidade vá embora de vez.

A busca de Mara por respostas continua, e a narrativa envolvente da autora conseguiu me fazer alucinar (mais uma vez). Aquela sensação incômoda do primeiro livro, de que ia acontece algo muito ruim, ainda estava lá. E olha, se a intenção de Michelle era essa, ela acertou em cheio. Da mesma forma que Mara não consegue distinguir a realidade, eu também não conseguia, e isso fez com que eu me intrigasse mais ainda. Esse questionamento que a autora traz é, sem dúvida, a melhor parte da história do segundo livro. A busca por mais respostas, a falta de grande parte delas, tudo isso contribui para enlouquecer tanto o leitor, quando Mara Dyer.

Não sei se vocês já sentiram, ao andarem sozinhos na rua, aquela sensação de que tem alguém te seguindo ou te observando. Essa foi a sensação que durante, praticamente, toda a leitura. Em certas partes era um beco sem saída tão grande que fui forçada a largar o livro e respirar, literalmente. Existem muitas partes de tirar o fôlego e em várias delas eu me peguei segurando a respiração para não ter que acreditar que aquilo estava mesmo acontecendo.

Os personagens secundários são extremamente importantes no livro, gostei muito das interações entre Daniel, seu irmão, com a Mara. E nada me tira da cabeça de que ele sabe mais do que revela. O ponto chave na leitura é essa crescente desconfiança, passei a duvidar de todos, inclusive da personagem principal.


O livro terminou com uma bomba e eu fiquei desesperada pela continuação, que nem em inglês foi lançada ainda (e se tivesse sido, eu com certeza teria pegado pra ler). Muitas perguntas foram respondidas, mas várias outras surgiram. E volto a dizer, vale super a pena se entregar a loucura de Mara Dyer.