2 de março de 2015

[Resenha] O Para Sempre de Pedrina e Tunico - Claudio Fragata

Autor(a): Claudio Fragata / Ilustrador: Cárcamo
Editora: Galera Júnior
ISBN: 9788501016751
Páginas: 36
Ano: 2015
Skoob
Avaliação: 5/5 + ♥

Sinopse: Às vezes, o nunca é para sempre. Mas, às vezes, o para sempre é exatamente isso. Sempre. Constante. Eterno. Um infinito de lembranças. Costuradinhas com linha de memória, ligando momentos que nos marcam para sempre. O primeiro dia na escola. O primeiro brinquedo. O primeiro amigo. A primeira tristeza. Uma perda. O para sempre de Pedrina e Tunico é tudo isso e muito mais. É a certeza de que os que amamos estão sempre, palavrinha teimosa, conosco.

O Para Sempre de Pedrina e Tunico é uma livro extremamente pequeno, para ser lido para uma criança, ou para se tornar uma criança durante a leitura. E foi exatamente o que aconteceu comigo. As ilustrações são belíssimas e muito precisas, mostrando as crianças, suas brincadeiras e seu cotidiano.

Singelo e tocante, a história apresenta Pedrina, uma mulata que bate à porta de uma família em busca de emprego. Não sabia ler, mas isso não significava que era ignorante. Possivelmente a considero mais inteligente que muitas pessoas por aí. Seu jeito conquistou à família e também a mim. A narrativa tem uma guinada com a chegada de Tunico, o neto de Pedrina. Ele logo se torna o melhor amigo do garotinho e é onde a magia acontece.

O livro mostra o crescimento da amizade entre as duas crianças e como Tunico aos poucos perde sua timidez. É uma história extremamente bonita, e fica difícil falar sobre ela sem dar spoilers. Com frases curtas, o livro me lembrou dos contos que meus pais me contavam antes de dormir, quando eu era pititinha.

Ele possui lições muito importantes, mostra a importância de uma amizade verdadeira e como isso nos marca. Meio que como uma caixinha de lembranças, cumpre tudo o que sinopse traz. Quem nós amamos sempre permanece conosco, por mais longe que estejam.

A perspectiva infantil traz um tom excelente, pois é inocente, exatamente como os pensamentos e lembranças de uma criança. É um livro para ser lido por adultos, adolescentes e para crianças. Para mostrar que um momento pode durar eternamente, sempre que estivermos dispostos a mexer na nossa gaveta de lembranças.