23 de setembro de 2015

[Resenha] Anexos - Rainbow Rowell

Autor(a): Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542804515
Páginas: 368
Tradutor: Márcia Men
Ano: 2014
Skoob
Avaliação: 5/5 + ♥

Sinopse: Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.
Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?

A minha relação com a escrita da Rainbow Rowell é uma mistura de amor e ódio. Meu primeiro contato com a autora foi em Eleanor & Park e eu caí de amores, já em Fangirl, eu queria mesmo gritar com ela até ficar rouca. Por conta disso fiquei um pouco receosa em começar a leitura de Anexos. Antes eu não tivesse ficado, pois este entra na lista dos que eu posso amar sem dó.

Narrado em terceira pessoa, o livro fluiu como água para mim. Muitos podem achar invasivo ou estranho um romance se desenvolver sem nem ao menos conhecer o rosto da pessoa (e ainda por cima lendo seus e-mails!). Já eu considerei a história um prato cheio de diversão e romântica.

Os e-mails trocados por Beth e Jennifer são hilários, alguns com um toque de drama que não chega a um dramalhão mexicano. Lincoln se sente incomodado em ter que ler os e-mails, mas ao se deparar com os delas não consegue resistir. Confissão: eu também não iria. Os caminhos dos três nunca se cruzaram, mas isso não impede a existência de uma ligação, pelo menos da parte dele.

Existe todo esse misticismo de amor à primeira vista, paixão louca e estarrecedora que te deixa sem comer, dormir e etc. O legal de Anexos é que isso é quebrado em mil pedaços e mesmo assim sugere uma grande história de amor. Afinal, nem sempre a embalagem mostra o conteúdo, que pode ser muito melhor. Lincoln consegue conhecer cada aspecto de Beth, os verdadeiros e não os que ela deixa o mundo enxergar, e isso é ótimo. Poder se apaixonar pelo que uma pessoa é no seu íntimo é muito melhor do que uma aparência arrasadora.

A narrativa passa essa mensagem de forma delicada e maravilhosa, além de mostrar todos os estágios de uma amizade com o exemplo de Beth e Jennifer. O livro consegue ser mais do que uma história de amor água com açúcar, atingindo um patamar além do que eu esperava. Rainbow conseguiu mudar a equação que eu tinha com seus livros, deixando um saldo positivo. Anexos é uma história extremamente fofa com uma lição linda, que todos deveriam ler.