17 de dezembro de 2015

[Resenha] O Poder - L.J. Smith

Autor(a): L.J. Smith
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501096289
Páginas: 240
Ano: 2013
Skoob
Avaliação: 2/5

Sinopse: Black John está mais perto do que nunca. Depois de ter sua energia libertada do crânio de cristal e de retornar do mundo dos mortos, tudo que mais deseja é reunir o coven de bruxos e bruxas que há muitas décadas lhe foi prometido. Para isso, tomou a forma humana e prepara-se para lutar e vencer. Seja matando as pessoas ou subjugando os mais fracos graças ao seu poder psíquico. Para impedi-lo, o círculo precisa encontrar uma fonte de poder tão grandiosa quanto a de seu inimigo. Talvez a própria Cassie seja a solução.

Eu tenho um problema sério com a L.J. Smith que poder ser resumido como os extremos de amor e ódio. Eu sempre começo seus livros ou amando a história e termino querendo jogar na fogueira, ou o contrário. Foi assim com TVD, é assim com TSC.

Eu demorei dois anos depois que o livro foi lançado para criar coragem de ler o que deveria ser o final da trilogia. E eu me decepcionei. Os personagens continuam com a mesma personalidade de sempre, mas Diana e Cassie se superaram nesse.

A narrativa tenta induzir o leitor a um clima de mistério que simplesmente não existe. É uma tentativa extremamente falha de prender a atenção. Faltou foco para a autora, faltou algo para dar liga, até mesmo Black John foi uma decepção.

Apesar de tudo isso, L.J. possui algo na escrita dela que torna impossível largar a história antes do ponto final. Mesmo odiando cada parte, mesmo querendo jogar longe e ir ler outra coisa, eu simplesmente não conseguia. Foi uma tortura chegar ao fim, mas consegui.

Uma parte onde a autora tentou mudar o foco do romance me incomodou demais. Não pelo casal em si, mas pela forma como foi feita. Ficou forçado, ficou tosco, foi sacanagem com todos os envolvidos. Felizmente, a autora parece que recobrou o juízo e acabou com a palhaçada.

Um dos pontos positivos do livro é ver como, apesar de todos os mimimis, Cassie cresceu e aprendeu a lidar com a sua magia. Mesmo tendo que lidar com a perda da sua avó e a doença da mãe, ela se mostrou forte e disposta a enfrentar Black John.

Por eu já ter visto a série, imaginava qual seria a revelação do segredo que ele escondia. Porém, mesmo se não tivesse visto, dava pra sacar logo de cara. A forma como a autora introduziu o assunto não deixou abertura para criar teorias, foi tudo muito jogado e bem óbvio.

O final do livro cumpre ao que foi prometido, mesmo não tendo sido o melhor. A intenção de LJ era encerrar por aqui, mesmo deixando algumas pontas soltas. Porém, existem continuações (escritas por uma ghostwriter) e eu espero que sejam melhores que a narrativa deste.

O Poder tinha tudo para ser um livro no mínimo bom, mas as escorregadas que a autora cometeu durante a narrativa foram enormes. Apesar da fluidez, foi uma leitura maçante. Mas, se você gosta da história e ficou curioso, recomendo que leia.