4 de janeiro de 2016

[Resenha] A voz do Arqueiro - Mia Sheridan

Autor(a): Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414448
Páginas: 336
Ano: 2015
Skoob
Avaliação: 4/5 + ♥

Sinopse: Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Que eu sou apaixonada por NAs vocês já sabem, mas eu também amo livros com um toque de drama e que fazem eu me acabar de chorar. Foi exatamente isso que eu encontrei em A voz do Arqueiro. E eu juro que não esperava tudo isso do livro.

A narrativa alterna entre passado e presente, além de dois pontos de vistas extremamente diferentes. A forma como a autora apresenta cada personagem, introduzindo um quê de mistério que é necessário para prender a atenção, é extraordinária. Além disso, a trama tem seus momentos de tristeza que são detalhados da melhor forma possível.

É impossível não se encantar pelos protagonistas, e não falo isso apenas por conta de Archer. Ao passo em que tenta reconstruir sua vida, Bree se encanta por coisas simples, além de possuir um coração extremamente generoso. Já Archer foi uma surpresa e tanto. Eu esperava um personagem amargurado, que descontasse seus problemas nos outros, mas conforme o enredo avançou sua evolução foi uma coisa linda de se ver.

Engana-se quem pensa que por ser uma história com teor sexual ela seja banal. A voz do Arqueiro apresenta muitas lições, como a de compreensão mútua, amor incondicional e de saber escutar além das palavras. Pode parecer fórmula pronta, mas a autora consegue criar o seu diferencial e mostrar a que veio.

A conclusão do livro foi maravilhosa, exatamente da forma como eu esperava, cheia de reviravoltas e um turbilhão de emoções. Em dado momento precisei parar, pois estava demais para aguentar. Esse foi o último livro que li em 2015 e eu não poderia ter fechado o ano de forma melhor.

A diagramação da editora está impecável e se houve algum erro de revisão, eu não notei. Se você deseja se emocionar e se apaixonar por mais um personagem literário, este livro é uma excelente forma de conseguir isso.