29 de junho de 2016

[Resenha] Anna Vestida de Sangue - Kendare Blake

Autor(a): Kendare Blake
Editora: Verus
ISBN: 9788576864431
Páginas: 252
Ano: 2016
Skoob
Avaliação: 4/5

Sinopse: Cas Lowood herdou uma vocação incomum: ele caça e mata os mortos. Seu pai fazia o mesmo antes dele, até ser barbaramente assassinado por um dos fantasmas que perseguia. Agora, armado com o misterioso punhal de seu pai, Cas viaja pelo país com sua mãe bruxa e seu gato farejador de espíritos. Juntos eles vão atrás de lendas e folclores locais, tentando rastrear os sanguinários fantasmas e afastar distrações, como amigos e o futuro.
Quando eles chegam a uma nova cidade em busca do fantasma que os habitantes locais chamam de Anna Vestida de Sangue, Cas espera o de sempre: perseguir, caçar, matar. Mas o que ele encontra é uma garota envolta em maldições e fúria, um espírito fascinante, como ele nunca viu. Ela ainda usa o vestido com que estava no dia em que foi brutalmente assassinada, em 1958: branco, manchado de vermelho e pingando sangue. Desde então, Anna matou todas as pessoas que ousaram entrar na casa vitoriana que ela habita. Mas, por alguma razão, ela poupou a vida de Cas.
Agora ele precisa desvendar diversos mistérios, entre eles: Por que Anna é tão diferente de todos os outros fantasmas que Cas já perseguiu? E o que o faz arriscar a própria vida para tentar falar com ela novamente?

Quando li a sinopse de Anna já me bateu a curiosidade, senti um quê de Crepúsculo (e esse foi um dos motivos que me fez ter vontade de ler). De início achei que, mesmo envolvendo fantasmas, ia ser mais um romance proibido, mas com teor leve. Pobre de mim.

A narrativa em primeira pessoa leva o leitor para o clima sombrio da trama, tudo transpassado pelos olhos bem atentos de Cas. Inicialmente o personagem me irritou um pouco, meio que passou a imagem de "eu sei de tudo", etc, mas foi só uma primeira impressão ruim mesmo. Conforme fui avançando na leitura, percebi que ele, de fato, sabia de muitas coisas, porém ainda tinha muito a se surpreender.

A aparição de Anna demora um pouco, mas quando vem é de te fazer dar um pulo de três metros. O Marcos Tavares me alertou e venho falar com vocês também: não leiam esse livro de noite se vocês tem amor ao próprio sono. Sério, eu que li apenas de dia levei uns belos de uns sustos, se fosse de noite acho que infartaria.

Os personagens foram muito bem construídos pela autora, mesmo sendo uma história de fantasia eles são bem verossímeis. Ok, eu sei que muitos vão dizer que fantasmas não existem (eu acredito que existem sim, mas a pauta não é essa) e que não tem como isso se aproximar da realidade. Mas digo isso focando apenas nos sentimentos e personalidades.

É possível enxergar Anna como a menina inocente e decidida de 16 anos. Mesmo com a maldição em torno dela, existem momentos de doçura. E Cas, com a vida um tanto conturbada, ainda tem os problemas típicos da adolescência.

A leitura flui muito bem e a autora tem uma escrita que prende a atenção (e te deixa sem fôlego). O livro é bem curtinho e, se você se empolgar, consegue ser lido num dia só (recomendo somente de 08h às 18h rs). A diagramação do livro está muito bem feita, não me recordo de ter encontrado erros de revisão.

Se você gosta de histórias de fantasmas, se aprecia levar sustos e curte um romance proibido não muito meloso, então Anna Vestida de Sangue será um prato cheio para você. Leitura mais do que recomendada!